Como viajar pra Califórnia?

segunda-feira, junho 24, 2013 Aleide Boeing 0 Comments

Viajar é tudo de bom, contar cada minuto antes de ir, aproveitar tudo o que puder quando for e relembrar com saudade quando voltar. Mas, nem tudo é simplesmente aproveitar, né? Temos que nos preocupar com algumas coisinhas antes de simplesmente ir.



Primeiramente: os documentos. Acho que todo mundo sabe, mas não custa lembrar: Pra entrar em qualquer lugar dos Estados Unidos, você precisa de passaporte e visto americano (o que eles chamam de visa e não tem nada a ver com a bandeira do seu cartão de crédito hahaha). O processo para tirar o passaporte é tranquilo, você paga as taxas e agenda pelo site da polícia federal, escolhe em qual polícia você prefere ir, comparece no dia, depois volta lá para retirá-lo. Já o visto é um pouco mais chatinho, primeiro porque não é em toda cidade que você consegue fazê-lo. Eu tive sorte porque estou morando em SP (capital) e aqui é uma das cidades que te possibilita tirar o visto. Porém, o meu azar foi que, na época que eu tirei o visto, eles estavam com problema na entrega (tinha muita gente perdendo viagem por causa dos atrasos). Mas nada que tenha me impedido de fazê-lo. Fiz com bastante antecedência, respondi o questionário pelo site, agendei as duas entrevistas, escolhi onde preferia que fosse, paguei as taxas e esperei o dia. A primeira, na verdade, não é uma entrevista, eles só tiram sua foto e sua impressão digital. Mas é bem burocrático, não pode entrar com mochila, celular, nada... Já a segunda é mais tensa, é na embaixada americana, também não pode entrar com nada, só com os documentos, você passa por uma revista e depois eles fazem a entrevista. É nela que eles decidem se te dão o visto ou não. A minha foi bem tranquila, fizeram duas ou três perguntas e meu visto foi liberado. Depois de uma semana busquei o passaporte já com o visto anexo (eu busquei o visto por causa do problema que eles estavam tendo, normalmente eles enviam em casa se você optar por isso).

Com passaporte e visto em mãos você deve se preocupar com outras coisas como vacina por exemplo: tinham me dito que eu ia precisar de vacina contra febre amarela (por causa da minha escala no Peru), eu tomei, peguei a carteira internacional de vacinação no guichê da ANVISA no aeroporto de Guarulhos (é bem fácil e rápido, peguei no dia do embarque mesmo, mas fique atento pois eles atendem somente dia de semana no horário comercial), mas não precisou. Nem EUA nem Peru precisam de vacina. Mas fique sempre ligado se na sua escala eles obrigam você ter a vacina.

Passagem: Eu fiz a pesquisa num desses sites que pesquisam em vários sites ao mesmo tempo e comparam preço, sabe? E a melhor opção era comprar no site da Tam. Comprei, parcelei e pronto.

Se você pretende dirigir nos EUA, basta ter a sua carteira nacional de habilitação, eles não exigem carteira internacional (que é bem fácil de fazer, caso você vá para outro país que exija a mesma). Tendo sua carteira em mãos, é só reservar o carro e ter um cartão de crédito com limite o suficiente para pagá-lo hehehe.

Tenha um seguro viagem, com uma boa cobertura, nunca se sabe quando você vai precisar. Se você se machuca ou perde a bagagem, esses seguros vão te ajudar. Eu fiz o meu na CVC. Paguei 175 reais por pessoa pra 17 dias.

Leve um kit primeiros-socorros. Você pode comer algo diferente que te faça mal, se machucar, dor de cabeça, ouvido, dente, estomago. Enfim, país diferente, remédios diferentes. Leve seus remédios controlados com receita de preferência. A maioria dos remédios comuns tem no mercado americano pra vender, mas você não conhece a fórmula, e se te fizer mal? Você está viajando e garanto que não quer que nada te atrapalhe.

Não esqueça que não pode levar líquidos ou objetos cortantes na bagagem de mão. Nada de fracos com mais de 100ml, você vai perder.

Pesquise o clima pra época que você vai, temperatura média, etc. Isso vai te ajudar a fazer as malas e a não levar nada a mais ou a menos.

Vai te ajudar bastante se você arranhar um pouco da língua local, afinal eles falam inglês e dane-se se você não sabe. Um ou outro te ajudam com espanhol. Como a Califórnia não é um lugar tão procurado por Brasileiros, esqueça ouvir a nossa língua por lá.

Dinheiro: eu gosto de carregar o cartão pré-pago com dólares e levar um pouco em espécie (afinal nem toda barraquinha de rua aceita cartão). Além disso, tenha sempre um cartão de crédito internacional desbloqueado (ligue no seu banco e peça para desbloquear o cartão para uso no exterior) com você em caso de emergência (lê-se, gastei tudo o cartão pré-pago, agora vou gastar o limite do cartão). Mas não esqueça, o valor da cotação que você vai pagar por suas compras no cartão de crédio é o valor do dia que sua fatura fecha, pode ser mais barato ou mais caro do que comprar aqui e carregar no cartão pré-pago, vai depender da sua sorte.



Roteiro: Faça uma pesquisa sobre o lugar que você vai visitar, escolha os lugares que tenham a ver com você. Monte um cronograma para te ajudar durante os dias, assim você não perde nada.

Hotéis: Eu reservei tudo antes. Reservei tudo pelos sites hoteis.com e booking.com (o problema do booking.com é que ele não desconta na hora o valor, só desconta no dia da reserva, lá no hotel e eu queria pagar tudo antes da viagem). Pesquise o hotel com cuidado: escolha um hotel bem localizado, com boa pontuação (olhe nos comentários se as pessoas estão falando mal dele) e o preço generoso. Veja se tem café da manhã, banheiro privativo, estacionamento e quais outros serviços ele disponibiliza. Se tudo estiver a seu agrado, reserve sem medo. Esses dois sites que falei são confiáveis.

Deem uma estudada no mapa, por onde vai passar, onde pretende ir, isso vai te ajudar a se familiarizar com o esquema das ruas e tudo mais. Procure saber um pouco sobre como são as estradas, algumas leis de transito. Nada melhor do que estar bem informado.

Tendo tudo isso feito, é só ir e se divertir.

Boa viagem e depois que voltar conta tudo pra gente.


Beijos da Leidy

You Might Also Like

0 comentários:

Faça-nos felizes: Comente este post! :D